EMC e VMware criam divisão para explorar Big Data e cloud

A VMware e a EMC confirmaram os rumores que têm circulado há semanas que diziam que suas soluções de Big Data e plataforma como serviço (PaaS) seriam comercializadas por meio de uma divisão chamada Pivotal Initiative, que será comandada pelo ex-líder da VMware Paul Maritz.

“Clientes e parceiros estão à procura de soluções que permitam uma nova geração de aplicações cada vez mais móvel e centrada em dados para explorar o data center do futuro. A Pivotal Initiative vai acelerar os esforços existentes nessa área pelas duas organizações”, afirmou o vice-presidente de comunicação da EMC, Terry Anderson, em um post no blog da VMware.

A iniciativa vai reunir tecnologia, funcionários e programas que estão espalhadas por toda a EMC e a VMware e colocá-los sob um guarda-chuva, que inclui a solução de PaaS da VMware, a Cloud Foundry, plataforma open source baseada na nuvem para desenvolvimento de aplicações, bem como iniciativas de Big Data da Greenplum, divisão da EMC. Além da suíte middleware vFabric da VMware.

O vFabric inclui produtos da Spring e da GemFire. A Spring é uma tecnologia open source Java para desenvolvimento, enquanto a GemFire é uma ferramenta em memória para gerenciamento de dados. A propriedade intelectual que a VMware comprou da empresa de análise de dados Cetas também fará parte da iniciativa.

“Alinhar esses recursos é o melhor caminho para empresas conduzirem mais rapidamente as oportunidades”, escreveu Anderson. “A Pivotal Initiative sinaliza um novo patamar de investimento para maximizar o impacto que esses ativos podem ter para os clientes”, completou.

Em julho de 2012, Maritz deixou o comando da VMware para tornar-se diretor de estratégia da EMC e foi substituído pelo ex-COO da EMC Pat Gelsinger, que agora dirige a VMware. Desde então, o mercado especula sobre iniciativas conjuntas entre EMC e VMware.

A Pivotal Initiative será formalmente lançada no segundo trimestre de 2013 e contará com aproximadamente de 1,4 mil funcionários, sendo cerca de 600 da VMware e 800 da EMC. As empresas afirmaram que vão fornecer mais detalhes sobre a divisão no início do próximo ano.

Na opinião de Stuart Miniman, analista do Wikibon Project, que cobre o mercado de cloud, a medida é claramente um esforço da EMC e da VMware para investir nas duas tecnologias de maior poder nos próximos meses: Big Data e nuvem. “A combinação dessas duas áreas pode ser realmente poderosa”, diz. A EMC, com seu histórico no setor de armazenamento, e a  VMware, com ferramentas de virtualização, prossegue, estão em posição privilegiada para explorar esse segmento.

Fonte: http://computerworld.uol.com.br/negocios/2012/12/05/emc-e-vmware-criam-divisao-para-explorar-big-data-e-cloud/

Deixar uma Resposta